O caminho e os companheiros de jornada

Matilha

Matilha

Outra dificuldade bastante comum durante o empreendimento do iniciante a jornada rumo a iluminação é a solidão.Nada torna mais insuportável o caminho quando nos sentimos solitários e incompreendidos e não podemos nos expressar da forma que gostaríamos.

A senda das ciências e artes ocultas é dura com quem a percorre.Não sem razão,afinal,se as pessoas quisessem facilidade elas não estariam aqui no mundo físico sofrendo horrores.Como já li uma vez,”o caminho é tortuoso como a serpente”.

“Zoon politikon”,dizia Aristóteles.O homem é um ser que tende a se agrupar socialmente,seja para proteção ou formar família.Isso em sentido geral.Ao iniciante em ocultismo é comum também ter a preocupação de se agrupar para proteção e desenvolvimento espiritual.

A busca por grupos de estudo não é fácil.Um dos primeiros obstáculos é o local onde você mora,pois nas pequenas cidades não há tanta gente interessada como nos grandes centros urbanos,onde é relativamente mais fácil de se reunir e se organizar.Mas isso se torna menor diante das vantagens que um grupo proporciona,como vivência prática,troca de conhecimentos e até mesmo amizades duradouras.

Você deve ter achado estranho esse “até” quando me referi a amizades.Mas é comum que no grupo todos não se deem bem (ou ao menos se tolerem) ou que tenham disputas de egos e interesses diversos,conflitando com os interesses gerais do grupo.Isso acontece nas melhores famílias ao que dizem.Para quê exemplo melhor do que vemos sobre história de ordens como Golden Dawn e Ordo Templi Orientis,que se digladiavam umas contra as outras na busca de ser a única e verdadeira…tudo isso de disputas de membros que buscavam a iniciação em algo maior e sublime,olha a ironia!

Isso dá um pouco de receio ao estudante que tem medo se deparar com discussões inúteis em vez de estudo e prática sinceros.Eu mesmo posso dizer por experiência própria em ambas as opções.

Comecei como muitos no caminho solitário e provei do amargo de se sentir só e não poder se expressar com sinceridade.Num país de dogmas e hipocrisia das elites,religião e moral dominantes,ser um ocultista é considerado um quase crime e dizê-lo abertamente dá certeza de sofrer ostracismo social.O buscador que escolhe esse tipo de caminho já deve estar ciente de que muitas vezes vai se encontrar marginalizado e só com seus botões.FATO.

Mesmo com essas dificuldades ainda é possível se encontrar com gente que compartilha de interesses similares e poder aprender coisas novas.Nessa busca o melhor que eu posso indicar é que se vá atrás.Buscar é muito importante.

Antigamente revistas esotéricas como a antiga Planeta serviam como veículos de divulgação de grupos de estudo,ordens,fraternidades,etc.Hoje com as maravilhas desse negócio de internet (ha-ha!) as coisas ficaram um pouco mais fáceis.São fóruns ou comunidades virtuais de redes sociais em que se pode partilhar de discussões ou mesmo organizar encontros para a formação de grupos.

Ademais,algumas precauções devem ser tomadas quando se trata de internet e busca de gente interessada nas ciências antigas,pois existe todo tipo de gente descompromissada,arruaceira,charlatã e criminosa que pode se utilizar do ocultismo para enganar os outros,aliciar sexualmente,roubar seu dinheiro,alucinar ou ludibriar seus sentidos e mesmo fazer uma lavagem cerebral e te alienar (note bem a leseira característica da senhorita do vídeo,alienação chega dói na vista!) a ponto de transformar a sua mente num monte de esterco.

Todo cuidado é pouco,por isso verifique a credibilidade das instituições ou grupos que você está interessado,sejam eles ordens ou turmas de pequenos cursos.Investigue tudo,seja um xereta e meta o nariz em tudo que você puder encontrar e desconfie sempre.Se a instituição for confiável procure tirar dúvidas com alguns de seus representantes.Isso é crucial,pois fica mais fácil de entender o estilo e princípios da instituição em que se está querendo entrar.

Isso eu digo em virtude dos vários casos que eu já notei de gente que sai de ordem e vira um ex-membro por não compactuar no seu âmago com os objetivos da ordem e os seus próprios,seja por medo,desilusão ou pretensa arrogância (e megalomania/esquizofrenia de poder) e a lista fica lonnnga…

Quando não,apesar do problema em si,a solidão nos dá a liberdade criativa e de diretriz para nós decidirmos o quê,quando,como e onde fazer e sermos nós mesmos.Mas peca pela falta de foco e determinação quando não sabemos o que estudar e praticar,ficando num ecletismo sem fim e sem estabilidade que nos enfraquece e nos deixa distraídos.

É como diz o mestre Renato Russo em suas músicas:”disciplina é liberdade(…)compaixão é fortaleza(…)ter vontade é ter coragem”.

No mais,é só isso que tenho a dizer.O caminho no fim é solitário,você e o “outro lado” da porta.Não haverá mais ninguém.Sendo que nada impede que no curso do caminho se possa ter companhia até a bifurcação mais próxima…

Até.

Fontes

Experiência própria (Ah vá!)

Exemplos de charlatanismo

Templo de Lúcifer -O cara realmente é um mago…de show pirotécnico

Templo de Alta Magia -De um puta mestre que ensina quase todos os sistemas de magia conhecidos….e não domina nenhum!

As Fraudes Misticas de Samael Aun Weor e os Samaelianos -Link polêmico,mas não deixa de ser verdade.Isso é a resposta que eu deixo aos ataques que esses putos fizeram a thelema (se você por acaso for um samaeliano,por favor saia desta página,sua presença enoja meu blog.Grato pela compreenção)

Comunidades para discussão

Ágape – Fórum thelêmico de discussão geral sobre ocultismo,religião e espiritualidade em geral.Mais um dos projetos de parceria entre Espaço Novo Aeon e Hadnu.org

Projeto Mayhem -Fórum de discussão geral de ocultismo e espiritualidade de caráter fechado,só entrando mediante convite por e-mail ao Marcelo Del Debbio ou de outros amigos que façam parte do projeto.Vinculado ao blog Teoria da Conspiração.

Anúncios

Sobre abraxasimago

Não importa quem eu seja e sim o que falo.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

2 respostas para O caminho e os companheiros de jornada

  1. guilherme disse:

    ótimo! pouco tempo atrás me afiliei por correspodência a eubiose, grau peregrino, depois fussando na net, encontrei o site de adhemar Ramos, ele revelou tudo em cds o que aprendeu na ordem, tinha um exercício do globo azul que eu fazia, logo fiquei sabendo que o Aldemar fazia diferente e original. Eu pagava R$25,00 por mês, logo desisti por falta de grana. Depois fuçando na net, achei no 4shared, Vários graus da eubiose em bloco de notas que alquém colocou lá, é muita coisa. Isso demostra que a egrégora da ordem ta fraca , depois da morte do mestre.

  2. Caio César disse:

    Boa noite.
    Gostei muito dos seus posts, acho que você expressa as idéias de maneira clara e objetiva.
    De fato o caminho solitário torna algumas coisas mais difíceis, é um alívio (sinceridade) saber que não é tão fácil assim para os outros tanto quanto não tem sido para mim.

    Abraços.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s